Loading...

quarta-feira, 16 de abril de 2008

esse ódio medonho
que cega,
afugenta,
degenera,
mata
e nada justifica
nem consegue justificar,
o mal
em alguns corações.

10 comentários:

  1. arrepios querida. que força motivou-a?

    ResponderExcluir
  2. O Odio alem de cegar...emudece!

    Bjao!

    ResponderExcluir
  3. O ódio não só cega, é também, ele mesmo, cego.


    Adorei teu comentário ao meu texto sobre Isabella.


    Abraços, flores, estrelas..

    ResponderExcluir
  4. Isto é pior que cancer,Claudia.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Ódio é um sentimento odiento, não é? Fico triste quando vejo pessoas dizerem com freqüência coisas como "tenho ódio de jiló!", "odeio esse perfume"... e coisas que tais. No mais, mais uma de suas belas poesias. Bom feriado. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

    ResponderExcluir
  6. o ódio é, antes de tudo um sentimento triste. Sentir algo de ruim crecendo dentro do peito... triste. Muito triste.

    Beijo, moça :-)

    ResponderExcluir