Loading...

terça-feira, 24 de agosto de 2010


imagem da web

Eu amo viajar.
Amo ficar em casa também. Mas viajar para mim, tem um gosto mágico.
Meu trabalho favorece essa oportunidade, nem sempre para lugares diferentes nem para tão longe como alguns sortudos por aí. Mas dentro da minha sorte, me considero super felizarda.
Vou sempre para a região sul do Rio de Janeiro, trabalho durante o dia e a tarde,depois do expediente, depois de ter descansado ( nunca me sinto assim tão cansada) , saio para dar uma voltinha. Jantar sem pressa, fazer um resumo do dia, analisar as possibilidades. Jogar conversa fora, falar de filho.
Nessa ultima viagem, que foi propriamente muito calma, tranquila, sem os atropelos desnecessários que eu mesma crio, com pressa, ansiedade, rapidez,etc. eu calmamente me deixei levar.
Fiquei na cidade de Vassouras para passar a noite e ir embora no outro dia.
Adorei.
Deve ser a décima vez que fico em Vassouras. Nesse dia o hotel habitual estava lotado. Fomos para outro que adoreiiiii. E saímos para dar uma volta.
Era uma quinta - feira, enfadonha. Sentamos num barzinho com musica ao vivo. Um show de blues, MPB, uma voz bárbara. Não acreditei. As pessoas indo e vindo, estampando um bem estar que há muito eu não via, ou não notava.
A ruazinha movimentadíssima. Num vai e vem dos futuros médicos. Ali tem uma faculdade de medicina. Olhava no rostinho daqueles meninos e comentava, nossa, você imagina esses moços...pobres moços ( rs) pegando carona numa música que encaixava plenamente naquele momento.
A noite estava um pouco fria, mas nada que atrapalhasse a tranquilidade daquele momento. Pelo contrário. Até o frio ficou apropriado.
Foi uma das noites mais legais que passei.
Já tinha feito essa viagem umas 10 vezes, prestei talvez mais atenção a minha volta. E as vezes a gente se surpreende.
E o que é melhor, nesse caso, a supresa foi gratificante.

Um beijo para vocês.