Loading...

domingo, 14 de setembro de 2008

Agora eu posso ver,
sem as lentes de aumento
agora posso ver meus olhos
castanhos , parecem estranhos,
do lado de cá.
Sem o peso do aro,
sem o embaço do vapor
agora eu vejo e entretanto
não se parece com nada daquilo
que eu já conhecia,
parece algo tão simples...
mas ,
de simples assim
e tão grandiosa fonte de vida
que entram por meus olhos
e
me fazem sorrir e respirar.
Abençoada sejam as mãos de quem consegue
mudar.