Loading...

segunda-feira, 27 de julho de 2009

ah, se ainda eu estivesse mesmo com pressa. Seria tanto tropeção em vão?
Nem estou apressada, e acabo sempre me proporcionando um tombo, nesses buracos dos diabos.
Faço a compra e conversa, bato papo, estremeço,
são os preços.
Tudo muito...muito caro, atrapalho e falho.
O dinheiro não deu.
Devolvo, o ...a ...e...
Não posso devolver.
Posso pendurar?
( como ???)
Marcar....pagar depois.
Hora, ri a mocinha não. Aqui na cidade grande?
Tá brincando? Compre,
Mas só que puder.
Devolvo então o açúcar.
A vida nem fica mais doce mesmo.
Não resolve e só engorda. Item desnecessário.
Saio.
O frio corta o meu rosto, a garoa acorda minha alma.
As coisas mudaram.
Mas as coisas mudam sempre.
Ainda bem.

5 comentários:

  1. Usamos o quantitativo e deixamos o qualitativo de lado em nossas listas de compras,até que a necessidade nos faça reavaliar nossas necessidades e exageros. Claro que estou falando de quem ainda tem algo para poder controlar.
    Boa semana Cláudia, carinho meu

    ResponderExcluir
  2. O pior é que mudam mesmo,Claudia.

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  3. Claudia,estou convidando os amigos blogueiros para me ajudar na participação e divulgação de uma postagem coletiva no próximo dia 10 de agosto.

    Os detalhes estão lá no meu blog.

    Posso contar contigo??

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Claudia,basta vc fazer um texto sobre o tema no dia 10,ou apenas colocar a gravura. Fica a seu critério.Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Não se deixe abater.90% não faz falta porque é tudo gastança sem motivo.

    ResponderExcluir