Loading...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

reflexos





A gente podia ter podido tudo.
Podia ter feito, surtir efeito;
se saíssemos do submerso,
seríamos rasos e expostos
poderíamos poder tudo,
se desnudássemos com verdades a nossa verdade
e quando muitas vezes vazamos, os nossos excessos
é porque engolimos demais nossas salivas
e toda essa acidez contida se transforma em um veneno
poderoso que
corroe o nosso corpo e deforma a nossa alma,
e quando vemos...
já é Março
de que ano mesmo?
quando vemos foi uma vida,
de quem mesmo?
os acidos deformaram nossos rostos e não nos reconhecemos
no espelho do velho banheiro,
que acolheu todos os nossos sonhos.

3 comentários:

  1. Meu aplauso!



    Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as!

    Abraços, flores e estrelas..

    ResponderExcluir
  2. Você traduz seus sentimentos em palavras com muita sensibilidade. Um belo poema. Muito bom, querida. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

    ResponderExcluir