Loading...

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Eu tenho o blog há mais ou menos 3 anos, escrevo normalmente sobre romances e amores
perdidos, encontrados, despedaçados e até felizes.
Nunca falei em primeira pessoa. Muito raramente faço isso.
Na verdade eu tenho alguns amigos distantes, e quando bate uma inspiração , então acaba saindo algumas linhas.
Sempre consciente de que , rs...preciso melhorar.
Mas enfim. É um processo contínuo. E tenho tentado.
Porém hoje, eu vou falar em primeira pessoa.
Não sei precisar o que estou sentindo. Um misto de tudo, que envolva a traição de uma amizade.
E não foi um processo brusco. Infelizmente não. Foi um nocaute, claro, mas passada a labirintite aguda, as imagens das lembranças vão se formando e você vai entendendo e bate com a mão na testa e não se conforma com o tamanho da sua ingenuidade . ( Pra não dizer burrice, e ser gentil comigo mesma, já que um sofrimento só já basta).
Eu nunca imaginei que as histórias de traições entre amigos pudessem acontecer...comigo.
Olha só, eu nunca imaginei. Nem me passou pela cabeça, tão pouco me ocorreu que eu pudesse fazer tal maldade com um amigo. (descobri agora que nem com um inimigo, até porque nem tenho um)
Minha mente ficou uma bagunça.
Alguém em quem a gente simplesmente confia. Assim do nada.
Anos de convivência. Anos de praia, filhos, casamento, álbum de foto, trabalho.
Como pode ...?
Como pôde...?
Gente e eu...? O máximo da distração, nem um avião voa tanto quanto eu .
Percebi.
As vezes acho que foi massacrante comigo. ( como se eu...fosse diferente de alguém, mas puts tenho um coração enorme, cheio de entendimentos e perdões prontinhos para serem usados)
Ainda não consigo definir o sentimento que tenho aqui comigo.
Queria só registrar aqui uma coisa. É muito...muito...muito pior do que eu pudesse sequer imaginar que poderia ser.
Portanto, quando a gente tiver perto da oportunidade de trair um amigo , quando acontecer e se acontecer ( rogo a Deus que isso nunca seja possível com nenhum de nós) com a gente...
Contemos até dez.
Até 20. Ou infinitivamente, para que a oportunidade passe.
Se bem que pensando melhor, para quem tem honestidade esse tipo de oportunidade nem acontece ? Ao menos pra mim nunca aconteceu.
Para que tenhamos coragem de falar abertamente.
Porque machuca muito.
Um beijo meus amores.
( e desculpem o desafeto)

Um comentário:

  1. Não tem pq se desculpar,Claudia. Por mais doloroso que seja,acredite: infelizmente estas coisas acontecem. A decepção é mesmo muito grande.

    Mas a vida segue. Tem que seguir.

    Beijos e se cuida!!

    ResponderExcluir