Loading...

terça-feira, 25 de março de 2008

nenhuma palavra,
apenas o silêncio escondendo uma saudade
e o disfarce zombando da minha
aparente tranquilidade.


( é preciso admitir que muitas coisas que julgamos esquecidas nos fazem sentir saudade...admitir para nós mesmos é muitas vezes um alívio, ainda que carregado de sentimentos e esses muitas vezes não podemos reviver, mas nem de longe isso tem que ser um sofrimento )

8 comentários:

  1. pior que,às vezes,se torna sofrimento sim.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Eh verdade...nada melhor que o silencio pra descrever uma saudade.

    Bjo enorme!!

    ResponderExcluir
  3. Vale não confundirmos saudade com nostlagia, pois a segunda é a primeira com uma pitada de sofrimento...

    ResponderExcluir
  4. Vc está linkada lá no
    www.contraovento.blogger.com.br
    Bjs
    Acir Vidal,
    editor do blog.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, Claudia. De forma geral, a saudade pede silêncios, embora muita gente cante, chore e grite, expressando seus sentimentos. Você, em poucas palavras, deu conta do recado. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

    ResponderExcluir
  6. Belo texto!

    E você já notou que, às vezes, o alívio se dá às custas de muito sofrimento?


    Abraços, flores, estrelas..

    ResponderExcluir
  7. É verdade,Claudia.
    As lembranças podem não trazer mais o sofrimento,mas a saudade fica mesmo.
    Beijos!

    ResponderExcluir